Onde encontrar espaços gratuitos no Porto

Uma das melhores partes de viver no Porto (além do fantástico vinho do Douro), é que a cidade oferece dezenas de passeios incríveis e acessíveis para estudantes. Se leste este blog post, então já sabes que existem restaurantes óptimos e baratos no Porto. Mas o Porto é muito mais do que comida deliciosa, já que também oferece opções de lazer para aproveitares sem gastar nenhum céntimo.

Pronto para visitar os melhores museus do Porto, ver monumentos históricos e admirar as vistas mais deslumbrantes da cidade? Então lê a lista completa para descobrir quais são os 10 melhores passeios gratuitos no Porto, Portugal.

1. Estação São Bento para uma overdose de azulejos:

Poucas coisas representam Portugal tão bem como os azulejos. Estes quadradinhos de cerâmica polida estão praticamente por todo o lado, desde palácios até casas e igrejas.

E um dos melhores sítios para admirar os azulejos do Porto é a Estação de São Bento. Esse terminal ferroviário do século 20 está localizado no Centro Histórico do Porto e é um Patrimônio Mundial da UNESCO e um Monumento Nacional de Portugal.

Assim que chegares à Estação de São Bento, ficarás fascinado pelos grandes painéis decorados com mais de 20.000 azulejos azuis e brancos pintados pelo artista português Jorge Colaço. As figuras nos azulejos representam a história de Portugal, e a Estação de São Bento é o sítio para estar se quiseres se sentir inspirado pelos ricos azulejos portugueses.

2. Serra do Pilar para a melhor vista do Porto:

Quando cruzas o Douro pela ponte Luiz I do Porto chegas a Vila Nova de Gaia, uma cidade que, além de prestigiadas caves de vinho, oferece as melhores vistas do Porto.

Assim que estiveres em Vila Nova de Gaia, vai até à Serra do Pilar, um antigo mosteiro do século XVI que hoje é um miradouro. De lá, poderá contemplar a Ponte de Dom Luís I e o centro histórico do Porto. Simplesmente deslumbrante!

3. Conhece o segundo museu mais visitado de Portugal:

Neste post explicamos porque visitar a Fundação de Serralves é uma das 10 coisas que precisas fazer enquanto vives no Porto, Portugal. Mas há mais um detalhe que a Fundação de Serralves valer a pena: a entrada é gratuita aos primeiros domingos do mês, das 10h00 às 13h00.

A Fundação de Serralves tem um parque de 18 hectares desenhado pelo arquitecto francês Jacques Gréber; a Casa do Cinema Manoel de Oliveira, um espaço inteiramente dedicado à promoção do cinema contemporâneo; e o Museu de Arte Contemporânea de Serralves. Com 14 salas expositivas, o museu abriga um importante acervo de arte moderna, e foi projetado pelo premiado arquiteto português Álvaro-Siza.

4. Vai até a Sé Catedral do Porto para uma amostra única da arquitetura românica:

Uma visita à Sé Catedral do Porto é especialmente interessante para estudantes e entusiastas de arquitetura. Construída no século 12, a catedral foi renovada várias vezes, por isso hoje exibe uma variedade de estilos. O estilo principal é barroco, mas a capela exibe também uma fachada e nave românica, além de naves de estilo gótico. A Sé Catedral do Porto foi declarada Monumento Nacional e é o edifício religioso mais importante do Porto.

5. Caça antiguidades no Mercado Porto Belo:

Este mercado de antiguidades acontece todos os sábados na Praça Carlos Alberto. Lá, encontrarás um pouco de tudo: de discos LP e brinquedos tradicionais portugueses, até livros e massas caseiras. Depois de explorar as antiguidades do Mercado Porto Belo, podes dar um passeio na praça histórica, onde morou Carlos Alberto, o Rei da Sardenha e do Piemonte.

6. Passa a tarde em um oásis verde em plena cidade do Porto:

O Jardim Botânico é um pequeno -mas adorável- jardim da cidade do Porto. Este oásis verde está localizado na Casa Andresen, construída em 1900 e comprada por João Henrique Andresen, um rico comerciante de vinho do Porto e pai da escritora Sophia de Mello Breyner Andresen. Curiosidade: Sophia cresceu neste sítio e algumas vezes mencionou em seus livros as memórias de infância na Casa Andresen!

Por mais que o Jardim Botânico do Porto não seja grande, tem muito charme para um passeio descontraído à tarde. O jardim está dividido em 3 secções: o Jardim das Rosas, o Jardim dos Peixes e o Jardim J Letter. Existem dois lagos, um com nenúfares, um jardim de cactos e suculentas e árvores centenárias e espécies de plantas exóticas.

7. Conhece a Capela das Almas, um dos sítios mais fotografados do Porto:

Não se preocupe, a Capela das Almas é tudo menos assustadora. Muito pelo contrário! Ela tem uma imponente fachada de azulejos azuis e brancos com as figuras de São Francisco e Santa Catarina. Os azulejos foram cuidadosamente pintados pelo artista Eduardo Leite e produzidos pela famosa Fábrica de Cerâmica Viúva Lamego. Portanto, não é de se surpreender que a Capela das Almas tenha se tornado um dos locais mais fotografados do Porto.

Situada na Rua de Santa Catarina, perto do Mercado do Bolhão, a Capela das Almas era feita de madeira antes de ser restaurada e ampliada em 1801. Dica: entra para ver os altares do século 18 em estilo neoclássico da capela.

8. Organiza um piquenique com os amigos no Jardim do Morro:

Queres saber o que fazer em um dia de sol no Porto? Então visita o Jardim do Morro, outro sítio imperdível em Vila Nova de Gaia. Mas, em vez de apenas apreciar a deslumbrante vista do Porto do jardim, podes levar alguns petiscos, uma garrafa de vinho e reunir um pequeno grupo de amigos para um piquenique.

O acesso ao Jardim do Morro é feito pela estação Jardim do Morro do metrô (linha amarela) ou a pé. Fica perto do miradouro da Serra do Pilar.

9. Inspira-te no Centro Português de Fotografia:

Nada como uma exposição de arte para nos fazer sentir criativos e inspirados. E o local perfeito para isso no Porto é o Centro Português de Fotografia. Curiosamente, o museu está localizado dentro de uma antiga prisão, e guarda uma das maiores coleções de fotografia em Portugal. O Centro Português de Fotografia sedia exposições temporárias e permanentes, além de abrigar um acervo de câmeras antigas com mais de 100 anos de idade.

O Centro Português de Fotografia fica no centro da cidade do Porto e pode ser acessado a partir das estações Trindade, Bolhão, Aliadas e São Bento. Depois, porque não ir à Torre dos Clérigos?

10. Perde-te pelo Porto com o Porto Walkers:

Se pensavas que os walking tours eram apenas para turistas, lamentamos dizer que estavas errado. Se moras no exterior, fazer um passeio a pé gratuito é uma das melhores maneiras de explorar a cidade como um morador local. E, felizmente, existem muitos walking tours gratuitos a acontecer no Porto. O mais famoso e bem avaliado é o Porto Walkers, que oferece diversas opções de tours gratuitos. O “Classical Free Walking Tour” dura 3 horas e leva os participantes até à zona leste do centro da cidade do Porto, para um passeio mais histórico. Há também o “Porto Lifestyle Free Walking”, um tour explora a zona oeste do centro da cidade do Porto. Esta última é a opção perfeita para quem quer saber mais sobre a história moderna do Porto e do seu dia a dia. Pega alguns sapatos e roupas confortáveis ​​e estás pronto para ir!

Ultimas
Experiencia Universitária no Porto

Já sentiste vontade de tirar as calças de moletom, sair da cama e ir para um sítio que realmente estimule tua produtividade? Se a resposta …

Experiencia Universitária no Porto

Queres saber onde podes comer por um preço acessível no Porto? Então vê a nossa lista de restaurantes onde podes fazer refeições incríveis …

Experiencia Universitária no Porto

Se optaste por fazer o teu Erasmus no Porto, prometemos que vais adorar. E para facilitar a tua vida antes de te mudares, criámos um guia …

Experiencia Universitária no Porto

Procurar alojamento é uma das etapas mais importantes ao planeares o teu Erasmus no Porto. Será o sítio onde vais viver durante um momento …

Experiencia Universitária no Porto

Durante o teu tempo livre no Porto, não penses duas vezes: explora o que de melhor a cidade tem para oferecer. Reunimos 10 coisas …

Experiencia Universitária no Porto

O Porto carrega uma atmosfera de um cidade pequena graças ao seu povo amigável e uma óptima qualidade de vida. Por esse e por muitos outros …